sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Epifania é contemplada pelo FAC Pólo Audiovisual 2012!

A Epifania Filmes foi contemplada pelo edital do Fundo de Apoio à Cultura (Governo do Estado do RS)  para o Pólo Audiovisual, para a produção da série "Bocheiros".


“Bocheiros” será uma série de ficção, que se passa em Sereno do Sul, uma cidade fictícia, de colonização italiana, localizada na Serra Gaúcha. Esse pacato município de 2.036 habitantes tem uma rivalidade “secular” com a vizinha Nova Serração, cuja população é de 2.035 habitantes. Sereno do Sul, localizada às margens do Rio das Antas, foi um importante porto para a região, até os anos de 1970, quando perdeu sua importância com a abertura da Estrada Geral, cujo traçado da rodovia, inesperadamente, abençoou a comunidade de Nova Serração. Assim, ao se emancipar de Sereno do Sul, Nova Serração ficou mais próxima da estrada, o que contribuiu para que logo crescesse e se modernizasse. A população de Sereno do Sul, praticamente amordaçada, acompanhou de longe a modernização da rival, enquanto via sua economia encolher mais e mais.

Tentando resgatar o ânimo da comunidade, a prefeita de Sereno do Sul move montanhas para que o município sedie o Mundial Interclubes de Bocha. Esse importante torneio esportivo serve para recolocar Sereno do Sul na rota dos grandes eventos internacionais, mostrando ao  mundo, e à rival, Nova Serração, o poder político e econômico da cidade-mãe. No entanto, a vinda do torneio também abrirá velhas feridas em parte da população, reacendendo disputas entre seus moradores e revelando segredos que têm o poder de desequilibrar a frágil harmonia local.

Personagens hilários farão parte desta história que tem como mote principal a substituição do futebol pela Bocha como o esporte praticado e admirado por todos nestas duas comunidades.

Em parceria com a produtora de roteiros Coelho Voador, a série começará a ser roteirizada e será gravada no primeiro semestre de 2013.

Veja a Lista Completa dos selecionados!

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Documentário "Eu sou mais eu" encanta o público


A comunidade prestigiou na noite de terça-feira passada, 25 de setembro, o lançamento do documentário “Eu sou mais eu”, que conta a história da musicista Ana Maria Mazzotti, que viveu em Bento Gonçalves na infância. O evento ocorreu na sala de cinema da Fundação Casa das Artes e foi prestigiado por cerca de 150 pessoas. Para homenagear a musicista, a noite contou com a interpretação de duas músicas de Ana, feita pelo tecladista e pianista Rafael Vignatti, pela cantora Cristiane Eckhardt e pela irmã de Ana, Lucia Mazzotti.
O documentário foi produzido pelo Curso de Produção Audiovisual com Ênfase em Documentários da Faculdade Cenecista de Bento Gonçalves e teve o apoio da Bento Film Commission e Secretaria Municipal de Turismo (SEMTUR). “Temos dois objetivos com produções como esta. O primeiro é manter viva a memória dessas pessoas, mesmo após sua morte, como é o caso da Ana. O segundo é tornar Bento Gonçalves um pólo de produção audiovisual do Rio Grande do Sul, e sabemos que isso é possível, graças a todo apoio que recebemos da comunidade e do setor público”, coloca Boca Migotto, que junto a Felipe Gue Martini coordena o Curso. Para a secretária de Turismo, Ivane Fávero, que é também a coordenadora da Bento Film Commission, “Ana foi uma das grandes personagens do município, é nosso dever nos empenharmos para apoiar essas ações”.
A apresentação do documentário rendeu muitos elogios. “Fico emocionada em ver o resultado da produção, que conseguiu mostrar muito bem a identidade da minha irmã, uma pessoa muito iluminada”, colocou a irmã de Ana, Lucia, uma das depoentes do documentário. “É uma pena que se tenha demorado tanto para reconhecer o grande talento que ela foi, mas o resultado ficou maravilhoso”, acrescentou o também depoente Ademir Antonio Bacca. 
Sobre Ana Maria Mazzotti
Nascida em 17 de agosto de 1950, em Caxias do Sul, mudou-se para Bento Gonçalves ainda na infância, onde iniciou a atividade musical. Tocou em igrejas, cantou e regeu corais. Durante sua participação no Festival Bento Gonçalvense de Música, Ana conhece Romildo Teixeira Santos, com quem se casou em 1971.
Em 1978, o casal mudou-se para São Paulo, onde Ana tocou em diversas casas noturnas. Fez também algumas turnês no Rio de Janeiro e na Bahia, e foi convidada pelo pianista e tecladista de jazz norte americano Chick Corea para uma turnê nos Estados Unidos, mas morre pouco antes disso, em 20 de janeiro de 1988, na cidade do Rio de Janeiro, vítima de câncer. 
Sobre o curso de Produção Audiovisual
O Curso de Produção Audiovisual com Ênfase em Documentários é oferecido pela Faculdade Cenecista de Bento Gonçalves, através do curso de Publicidade e Propaganda, com direção de Boca Migotto e Felipe Gue Martini. Em 2012, chega a terceira edição, e inicia em outubro. As inscrições estão abertas. Mais informações no site da Faculdade Cenecista http://faculdade.cnecbento.com.br/.