segunda-feira, 16 de abril de 2012

Acabam as gravações de "Memórias em Sal de Prata"


Finalizamos nesse domingo as gravações de Memórias em Sal de Prata. 



A última diária do documentário, que conta a paixão de Seu Camillo pelo cinema e de Seu Parisi pela fotografia, reuniu ambos na oficina de Camillo em Canoas. Os dois personagens, nos seus mais de 70 anos, viveram uma vida de dedicação e amor pela arte da imagem produzida a partir do sal de prata. 



Tanto Parisi, na cidade serrana de Veranópolis, quando Camillo, na grande Porto Alegre, foram ao longo dos anos colecionando equipamentos e imagens que ajudam a contar a história do cinema e da fotografia, além das  suas próprias histórias e das comunidades onde vivem. 









Nesse domingo, os dois personagens se conheceram e perceberam inúmeras semelhanças entre eles. Mas também diferenças. Memórias em Sal de Prata é um filme sobre o cinema, sobre a fotografia e sobre a capacidade dessas duas formas de arte apreenderem o tempo, mantendo-o vivo na memória das novas gerações. Mas também é um filme sobre a terceira idade e sobre o sentimento de esquecimento que paira sobre as pessoas que atingem tal idade. Coincidentemente, também a história e a memória cultural do Brasil sofre desse mal chamado esquecimento.




A equipe de Memórias em Sal de Prata, filme realizado com recursos próprios, e que só pode ser  produzido graças ao comprometimento desses profissionais com esse projeto, é formada por:



Produção Executiva: Boca Migotto e Mariana Müller
Direção e Roteiro: Boca Migotto
Direção de Produção: Mariana Müller
Direção de Fotografia: Bruno Polidoro e João Gabriel de Queiroz
Som: Fernando Basso
Apoio de Produção: Deise Chagas e Rogério Rodriques



Um comentário: