quarta-feira, 4 de maio de 2011

Dormentes do Tempo no Canal Futura


     Em 2010 a Epifania Filmes realizou um documentário sobre os 100 anos da construção da primeira ferrovia que ligou o centro do país e o Rio Grande do Sul. Construída pela Empresa Belga Compagnie Auxiliaire des Chemins de Fer du Brésil, a estrada de ferro acompanhou e foi personagem de inúmeros fatos históricos ao longo desses 100 anos de existência. Por seus trilhos Getúlio Vargas realizou a Revolução de 30, também por essa estrada muitos gaúchos que lutaram na Segunda Guerra Mundial seguiram seu destino aos portos de Santos e Rio de Janeiro. Foi também através dela que os imigrantes das antigas colônias do Rio Grande do Sul migraram para o norte do Estado e para o oeste de Santa Catarina e Paraná. 
     Além disso, essa linha ferroviária ajudou a aproximar o Brasil dos seus vizinhos Uruguai e Argentina através da ligação férrea Montevidéo-São Paulo.  Depoimentos de ex-ferroviários e historiadores ajudam a contar essa história e emocionam àqueles que não entendem porque o transforte ferroviário no Brasil é tão desvalorizado e sucateado.
     "Dormentes do Tempo" foi realizado para as Prefeituras de Marcelino Ramos, Viadutos e Gaurama e, na sua versão original de 30 minutos, aborda ainda a arquitetura belga empregada na construção das Estações ao longo do seu trajeto. 
     O documentário interessou ao Canal Futura que pediu uma redução de 15 minutos para sua veiculação. Se você quiser saber mais sobre essa história, procure o livro "Trilhos de Ferro, Trilhas de Barro - A ferrovia no norte do Rio Grande do Sul", de Gladis Helena Wolff.

     Equipe: roteiro e direção - BOCA MIGOTTO, direção de fotografia - PABLO ESCAJEDO,  música original - FERNANDO BASSO, assistência de câmera - ARNO schuh, som direto - GABRIELA BERVIAN, desenho de som - FERNANDO BASSO, produção de set - MARCELO “TCHACA” BAIESKI, eletricista chefe - MAURÍCIO LEITE, edição e finalização - DRÉGUS DE OLIVEIRA, produção executiva e coordenação de produção - MARIANA MÜLLER.




Nenhum comentário:

Postar um comentário